arquiteturapalaciana

Novembro de 2014 está a ser, na fundação para a cultura da Caixa Geral de Depósitos, um mês também dedicado à divulgação d’«A Arquitectura Palaciana Urbana de Lisboa».

José Sarmento de Matos, historidor de arte e olisipógrafo, é o protagonista de quatro sessões programadas para o pequeno auditório da Culturgest nos dias 4, 11 (já realizadas, mas cujas gravações já estão disponíveis), 18 e 25 de Novembro, sempre com início às 18.30 e com entrada gratuita. As duas primeiras tiveram como temas, respectivamente «A instalação da Corte e os primeiros palácios aristocráticos (séculos XVI/XVII)» e «A arquitectura aristocrática após a restauração, e as últimas duas terão como temas, respectivamente, «Os palácios do período Joanino – O barroco romano (primeira metade do século XVIII)» e «O palácio após o Terramoto (segunda metade do século XVIII)».

O objectivo da iniciativa é «dar uma panorâmica global dessa realidade que alterou por completo o perfil construído da cidade, com especial enfoque nos conjuntos mais marcantes, quer pela qualidade arquitectónica ou conhecimento efectivo do nome do autor; quer pelo papel no condicionamento da malha urbana; quer pela revelação de novidades estruturais e decorativas.»