Do Tejo para Alcobaça

O próximo concerto d’Os Músicos do Tejo será a 28 de Julho em Alcobaça, a partir das 21 horas, no CineTeatro João d’Oliva Monteiro, integrado no Cistermúsica 2018 – Festival de Música de Alcobaça. O agrupamento musical de Lisboa, sob a direcção de Marta Araújo e de Marcos Magalhães, irá executar «Guerras do Alecrim e da Mangerona», obra fulcral da primeira metade do século XVIII em Portugal, ópera («barroca de marionetas») da autoria de dois Antónios: letras de António José da Silva, música de António Teixeira. Sobre o compositor, precisamente, escrevi o artigo «O músico de “Deus” e do “Diabo”», então assinalando a primeira edição em disco de «As Variedades de Proteu», e publicado na revista Tempo Livre, na sua edição Nº 213, de Março de 2010 (páginas 44-46). Depois de Alcobaça, o espectáculo será levado à cena no dia seguinte, 29 de Julho, também a partir das 21 horas, em Oeiras, no (pátio do) Palácio do Marquês de Pombal, e a outras quatro cidades em Outubro: Pombal (14), Tomar (19), Palmela (20) e Abrantes (21).

Leave a comment