As descobertas sobre o passado de Lisboa em geral, e sobre a dita «baixa pombalina» em particular, são constantes, e nem sempre assentam apenas em palavras, textos – também implicam frequentemente, e felizmente, objectos, testemunhos físicos que podem ser tocados. Neste âmbito, é de destacar o cais e o barco revelados pelas obras (de um […]