Realizado para a comunicação «A Nostalgia de um Património Desaparecido: Uma Obra Emblemática de Encomenda Régia na Lisboa do XVIII – A Real Ópera do Tejo» no colóquio internacional «O Grande Terramoto de Lisboa: Ficar Diferente», organizado pelo Centro de Estudos Comparatistas em colaboração com a FLUL e a Fundação Cidade de Lisboa, e apresentada a 3 de Novembro de 1755.

Limitações de tempo e de tecnologia disponível não permitiram uma qualidade melhor desta animação, embora esteja em projecto uma realização de qualidade superior.