… Isto é, em 1756, um ano depois do grande terramoto de Lisboa que, entre muitos outros edifícios, destruiu também a Ópera do Tejo, que foram publicados cinco livros e/ou conjuntos de textos que, directa ou indirectamente, constituíram uma reflexão sobre a catástrofe, sobre as suas causas, características e consequências. Foram seus autores – três […]